fbpx

Mais de 30 mil casos de denúncia de violência contra idosos são registrados no primeiro trimestre de 2021

76

No próximo dia 15 de junho, terça-feira, é celebrado o Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa, mas dados do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos apontam que não há o que ser celebrado. De acordo com o órgão, no primeiro trimestre de 2021, já foram registradas 33,6 mil denúncias de casos de violência contra pessoas idosas. Em 2020, os registros de violência contra pessoas vulneráveis – crianças, adolescentes e idosos – chegaram a mais de 95 mil, ou seja, 11 denúncias recebidas por hora.

Embora os números já sejam alarmantes, especialistas acreditam que existem diversos casos de subnotificação ou que sequer foram notificados, pelo medo ou incapacidade dessas pessoas de denunciarem. “O idoso que precisa de um cuidador, geralmente não tem total autonomia e a sensação de possível abandono pode fazer com que não falem sobre as agressões que sofrem, mas, na maioria dos casos, alguns sinais podem ser observados, e é através deles que a pessoa que sofre agressão está informando que precisa de ajuda”, destaca a psicóloga e professora da Rede UniFTC, Isadora Fernandes.

Outro ponto destacado pela especialista para a ausência de denúncia pode estar relacionado à falta de compreensão de que determinado trato é inadequado, seja porque a pessoa acredita que é merecedora desse tipo de agressão ou pelo medo de represália. “Quem está sendo abusado, seja verbal, física, psicológica, financeiramente, tende a acreditar que seu silêncio é a maneira certa de conter o agressor ou de evitar que ele propague sua raiva em outras pessoas que a vítima ama”, diz a psicóloga.

Isadora alerta para alguns comportamentos que podem indicar que a pessoa em estado de vulnerabilidade esteja sofrendo agressões, sejam elas agressões físicas, psicológicas, sexuais ou de negligência. “Há uma mudança de comportamento, sintomas como tiques, retraimento, sonolência, erupções na pele e mudanças na alimentação devem ser observados. A pessoa agredida também pode reagir de maneira diferente quando o agressor está presente, demonstrando conduta evitativa”.

Denunciar

Para denunciar casos de maus tratos a idosos, crianças e adolescentes, o Governo Federal disponibiliza o Disque 100, o site da Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos e número de Whatsapp (61) 99656-5008. A denúncia é anônima e pode ser feita a qualquer momento.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários estão fechados.

Ligue pra gente!