fbpx

Documentário ‘Para gostar de ler’ discute importância da leitura para crianças

0 86

e onde eu vim?”, perguntava Beatriz, de 5 anos. Sua mãe, Luciana, precisava explicar o que significa a adoção. A solução foi apresentar à criança um livro infantil sobre o assunto. Agora, a menina sabe dizer que “nasceu do coração de sua mamãe”.

Essa é uma das histórias contadas no documentário “Para gostar de ler”, dirigido por Eduardo Rajabally e produzido pelo Itaú em parceria com a Prodigo Filme. Com duração de uma hora, a obra mostra diferentes aspectos da importância de se ler para uma criança. É possível assistir aqui.

Além de exibir os relatos emotivos de famílias, há também a participação de especialistas de diferentes áreas do conhecimento: literatura, educação, neurologia, psicologia, medicina e pedagogia, por exemplo. Eva Furnari, autora premiada de livros infantis, aborda a relevância de estimular a fantasia e a magia nas crianças. “O ‘era uma vez’ é a palavra-chave para entrar num universo fora do cotidiano”, diz.

Teliciane é empregada doméstica e se esforça para dar livros aos quatro filhos (Foto: Reprodução)Teliciane é empregada doméstica e se esforça para dar livros aos quatro filhos (Foto: Reprodução)

Teliciane é empregada doméstica e se esforça para dar livros aos quatro filhos (Foto: Reprodução)

Outro aspecto fundamental abordado no documentário é o fortalecimento de vínculos entre pais e filhos que viram as páginas juntos. Na família de Teliciane, por exemplo, de Alvorada (RS), o livro é motivo para reunir seus quatro filhos, de 3 a 12 anos de idade: Enzo, Guilherme, Rafaela e Victor. A mãe trabalha como empregada doméstica e tem como prioridade estimular os estudos das crianças. E já está vendo o resultado: um irmão corre atrás do outro, gritando: “ei, me conta uma história?”.

“Para gostar de ler” não se limita à poesia e às histórias das crianças, que já emocionam. Também discute a importância de o país investir em educação infantil – e não só em ensino superior -, questiona a forma como a escola se apropria dos livros e investiga os benefícios neurológicos trazidos pelo contato dos bebês com os livros.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Ligue pra gente!